Rapadura é doce, mas não é mole, não!

Um amigo me mandou este texto algum tempo atrás, sobre os rebuscamentos utilizados na linguagem acadêmica, provavelmente ele já rodou bastante a internet, mas vamos reproduzir novamente. Se por um lado sugere um certo floreio, por outro, demostra a evolução pela qual passamos ao longo do tempo de estudos, pesquisas e experimentos.

Segue o texto:

O aluno do doutorado

O dissacarídeo de fórmula C12H22O11, obtido através da fervura e da evaporação de H2O do líquido resultante da prensagem do caule da gramínea Saccharus officinarum, (Linneu, 1759) isento de qualquer outro tipo de processamento suplementar que elimine suas impurezas, quando apresentado sob a forma geométrica de sólidos de reduzidas dimensões e arestas retilíneas, configurando pirâmides truncadas de base oblonga e pequena altura, uma vez submetido a um toque no órgão do paladar de quem se disponha a um teste organoléptico, impressiona favoravelmente as papilas gustativas, sugerindo impressão sensorial equivalente provocada pelo mesmo dissacarídeo em estado bruto, que ocorre no líquido nutritivo da alta viscosidade, produzido nos órgãos especiais existentes na Apis mellifera (Linneu, 1759). No entanto, é possível comprovar experimentalmente que esse dissacarídeo, no estado físico-químico descrito e apresentado sob aquela forma geométrica, apresenta considerável resistência a modificar apreciavelmente suas dimensões quando submetido a tensões mecânicas de compressão ao longo do seu eixo em conseqüência da pequena capacidade de deformação que lhe é peculiar.

O aluno do mestrado
A sacarose extraída da cana de açúcar, que ainda não tenha passado pelo processo de purificação e refino, apresentando-se sob a forma de pequenos sólidos tronco-piramidais de base retangular, impressiona agradavelmente o paladar, lembrando a sensação provocada pela mesma sacarose produzida pelas abelhas em um peculiar líquido espesso e nutritivo. Entretanto, não altera suas dimensões lineares ou suas proporções quando submetida a uma tensão axial em conseqüência da aplicação de compressões equivalentes e opostas.

O aluno da graduação
O açúcar, quando ainda não submetido à refinação e, apresentando-se em blocos sólidos de pequenas dimensões e forma tronco-piramidal, tem sabor deleitável da secreção alimentar das abelhas; todavia não muda suas proporções quando sujeito à compressão.

O aluno do ensino médio
Açúcar não refinado, sob a forma de pequenos blocos, tem o sabor agradável do mel, porém não muda de forma quando pressionado.

O aluno do ensino fundamental
Açúcar mascavo em tijolinhos tem o sabor adocicado, mas não é macio ou flexível.

Na sabedoria popular
Rapadura é doce, mas não é mole, não!

Leia: UNICAMP TEM REDE DE BLOGS PARA DIVULGAÇÃO CIENTÍFICAUNICAMP TEM REDE DE BLOGS PARA DIVULGAÇÃO CIENTÍFICA

Leia também:  A CIÊNCIA BRASILEIRA E O GATO DE SCHRÖDINGER e Carta ao orientador

Curta a nossa página no facebook clicando nesse link .

Para conseguir bolsas de estudos com até 75% em várias universidades, clique sobre a imagem.

283x912x

 
Anúncios